Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008
O paço dos Arcebispos 3
O paço dos arcebispo 3- continuação Voltando ao andar térreo, por uma porta lateral, à esquerda, vamos entrar no já falado Salão Medieval, onde, como dissemos, se fazem os actos Solenes da Universidade do Minho, actual proprietária do antigo paço e que, com esta posse, incluindo a rica biblioteca, se tornou, talvez, a mais rica universidade portuguesa. Foi este salão restaurado e, podemos dizer, inteiramente remodelado, quando das obras realizadas na recuperação do paço nos princípios dos anos trinta do século que findou. O tecto, primorosamente decorado, deve-se ao artista bracarense Mendes, um dos irmãos dessa trindade de artistas de Braga. O piso, que é a parte superior do Salão Medieval, foi inteiramente substituído, desaparecendo a arcaria que o suportava, dado que o método de construção moderno não necessita desses apoios. Na parede do fundo e do lado da entrada, onde se encontra instalado o taburno elevado em relação ao piso do sal, lugar que se utiliza para a mesa que preside às sessões solenes, conferências e outros actos, vê-se sob um baldaquino e colocada numa mísula uma lindíssima imagem policromada gótica da Virgem, imagem de origem italiana, de finíssimas linhas e datada, possivelmente, do século XV. Por aqui vai o acesso ao Paço de Dom Gonçalo Pereira, que serve nos seus andares para arquivo de jornais não só publicados em Braga, mas também em outros pontos do País. Serve também parte do Paço de Dom Gonçalo, e ainda o acrescento de Dom Fernando da Guerra, para guardar o arquivo das obras repetidas. Tem servido o Salão Medieval, para ali se realizarem exposições, recepções, concertos e até bailes. Uma porta envidraçada, de certa maneira de protecção a esta parte inferior do salão, dá acesso ao espaço do chamado jardim epigráfico do paço dos arcebispos, no qual se podem ver vários restos de demolidas construções monumentais da cidade. Os arcos em ogiva que ali se encontram serviam, como dissemos, de suporte ao antigo pavimento superior do salão medieval. Espalhados por aquele chão, brasões de armas, grinaldas e anjos que pertenceram ao demolido Convento dos Remédios e casas senhoriais bracarenses. Uma das mais antigas representações das armas de Braga, está ali colocada, arrumada a um canto, um pouco danificada. Apenas na cidade só há mais duas. Uma está colocada sobre o portão de entrada do ex-jardim infantil no Parque da Ponte, saída do antigo Mercado do Peixe – onde foi o quartel dos Bombeiros Municipais, no Campo do Salvador ( hoje praça do Comércio) – o segundo nos Claustros do Convento do Pópulo, recolhido do portão do antigo Matadouro, na rua deste nome. Serve este jardim-lapidar para guardar a cruz que Dom Diogo de Sousa mandou colocar à saída da Porta de São Marcos, saída para a zona do Campo dos Remédios, porta também conhecida pela Porta de São João do Souto e até Porta Oriental. Esta cruz, que deu origem à devoção de Santa Cruz, a qual por sua vez originou o Templo de Santa Cruz, foi colocada à saída de Braga para Lomar junto à ponte sobre o rio Este. Quando do alargamento do acesso a esta freguesia e consequente construção de uma nova ponte, houve necessidade de retirar daquele local a cruz de São Marcos, por ser um estorvo ao necessário alargamento. Depois de várias sugestões como a de a encerrar num armazém depósito para o então futuro Museu, foi resolvido colocá-la naquele local e por ficou para sempre, como testemunho único que resta de todas as que Dom Diogo de Sousa mandou colocar às portas da cidade. É em tudo idêntica à colocada em São Jerónimo de Real, junto à igreja daquela freguesia (São Frutuoso). Braga, 12 de Novembro de 2008 LUÍS COSTA www: bragamonumental.blogs.sapo.pt www: bragaminumental2.blogs.sapo.pt www: varziano.blogs.sapo.pt Email: luisdiascosta@clix.pt.


publicado por Varziano às 15:30
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


posts recentes

consequencias da 2ª g.Gue...

Bom Jesus 1

Bom Jesus 2

Bom Jesus 3

Bom Jesus 4

Bom Jesus 5

Bom Jesus 6

Bom Jesus 7

Bom Jesus 8

Bom Jesus 9

arquivos

Maio 2013

Dezembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds