Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008
A capela e recolhimento das Convertidas 2
Convertidas 2 – continuação Arrolamento da Capela Se quanto aos bens arrolados no Recolhimento se pode dizer que foram de escassos valores exceptuando, obviamente, o edifício, os valores encontrados na capela mereceram uma atenção especial. Fala-nos de dois altares, sendo um de talha de valor. Por certo a Comissão referiu-se ao altar-mor, obra de grande valia, no estilo predominante da época, barroco nacional e bem assim ao altar lateral, onde pontificava uma imagem de Nossa Senhora das Graças, ao lado de um púlpito de “magnifica talha”. Na tribuna do altar-mor, sete imagens se destacavam, e creio que ainda hoje lá se encontram – Santo Amaro, Senhora das Boas Novas, Santa Maria Madalena, S. Filipe, São Domingos e, duas imagens que por certo vieram da antiga e demolida capela, São Gonçalo e São Bartolomeu. Refere ainda mais duas imagens, mas mais pequenas, dentro de um oratório com a invocação de Santo António e São Gonçalo. Um quadro do Sagrado Coração de Jesus, faz parte do inventário, bem como lâmpadas e tocheiros. Completam ainda o arrolamento desta parte da capela, missais, sacras, vasos com flores artificiais, jarras e outros vários objectos relacionados com o culto. É de destacar, no soco da elevação do espaço do altar-mor em relação ao pavimento do corpo da capela, dois painéis de azulejo, um em cada lado, do tipo de figura avulsa, de influência holandesa, únicos que se conhecem existir em templos de Braga. O tecto, tanto do altar-mor, que apresenta uma notável pintura, sendo ainda de notar, no corpo da capela uma série de caixotões também estão decorados com extraordinários pinturas a precisarem de um restauro condigno. A tela da tribuna também é de grande valor. Como se tratava de uma instituição de clausura Capela é limitada ao fundo por uma grade, com apenas uma pequena abertura, por onde as utentes recebiam a comunhão, o chamado coro de baixo, com bancos corridos. Sobre este espaço, encontra-se o coro de cima, no qual se destacava um relógio, grandes quadros de certo merecimento, diversos móveis e algumas imagens. Como vemos pouca era a riqueza deste recolhimento e nem admira, pois tratava-se de uma instituição que, praticamente, vivia de esmolas. No entanto alguma coisa de valor desapareceu e isso a avaliar pela declaração que a regente que estava à frente do Recolhimento fez, quando do inventário para o arrolamento, ao Governo Civil e Comandante da Polícia : Pela“… actual regente Julieta Epi da Rocha, foi declarado que não tinha inventário do existente neste recolhimento porque grande número de objectos tinham sido retirados pela regente antecessora Amália Cândida de Jesus que fugiu sem prestar contas. Entre os objectos retirados há que mencionar uma custódia de prata dourada, um turibulo e naveta do mesmo metal, três sacras de prata dourada, três pares de brincos de ouro de Nossa Senhora, e outro objectos que não pode especificar”. Como vemos, a propósito do esbulho praticado pelo Governo, até os particulares se aproveitavam e isto, por certo, não foi só após o decreto republicano. Já nos tempos do “mata frades”, Joaquim António de Aguiar, em 1834, o mesmo se deu com o rico espólio de muitos conventos e casas conventuais. A F A C H A D A A fachada principal está voltada para a Avenida Central. É constituída por dois elementos. O primeiro, que faz gaveto com a rua de São Gonçalo, verdadeiramente a entrada para o recolhimento, apresenta-nos, a porta de acesso, a qual é antecipada por dois ou três degraus, porta simples que é sobrepujada por uma espécie de balcão, ou cimalha, sobre o qual se vê um frontal liso, almofadado, a toda a largura do balcão e rematada, em cada lado, por uma voluta. Encaixada, uma janela gradeada, serve para iluminar uma parte do andar superior ao longo do qual nos aparece outra janela gradeada e muito simples, também sem qualquer adorno, exceptuando um singelo friso que a encima e na parte inferior, ao lado, ao nível da parte superior das entrada, uma festa longitudinal, tem em cima um frontão no género de mitra. Na primeira, um frontão quebrado ou cortado, encerra o emblema do Recolhimento de Santa Maria Madalena ( Convertidas ), no qual se vê, a imagem da Santa em atitude de penitente e na sua bordadura e legenda : DCLINET AMALO ET FACIAT BONUM ET SEQUATUREAM. Uma platibanda corre ao longo deste corpo e da capela anexa. Na parte do edifício do recolhimento esta platibanda é encimada por um andar superior no qual se inserem, quatro rasgadas janelas que tudo leva a crer que é um aumento feito posteriormente. Sobre os cunhais que delimitam este andar, dois acrotérios, um em cada, tem por cima um elemento flamejante. Passemos agora para a parte da fachada de entrada para a capela. Como na do recolhimento, o acesso faz-se depois de subidos três degraus. Nada tem, também no estilo, esta porta. Como a da instituição é encimada por um balcão ou cimalha igual com janela cimeira, também gradeada. Sobre ela, na mesma como a outra porta, tem um frontão, só que este encerra as armas de fé do instituidor, Dom Rodrigo de Moura Telles. Mais ao lado uma janela como a da parte da entrada do recolhimento, diferindo apenas pelo ter sido o gradeado substituído por um vitral. Era normal, no dias mais quentes, tardes de verão, primavera ou Outono, verem-se algumas das recolhidas usufruírem as sombras das tílias da avenida, vendo passar as horas ou entretendo-se na conversa. Ficou muito conhecida uma simpática velhinha que aproveitando as réstias de sol ia, com a sua roca, fiando maçarocas de linho. Braga, 20 de Outubro de 2008 LUÍS COSTA www: bragamonumental.blogs.sapo.pt www: bragamonumental2.blogs,sapo.pt www: varziano.blogs.sapo.pt email: luisdiasdacosta@clix.pt


publicado por Varziano às 16:07
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


posts recentes

consequencias da 2ª g.Gue...

Bom Jesus 1

Bom Jesus 2

Bom Jesus 3

Bom Jesus 4

Bom Jesus 5

Bom Jesus 6

Bom Jesus 7

Bom Jesus 8

Bom Jesus 9

arquivos

Maio 2013

Dezembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds